Redes sociais

Acompanhe também as nossas páginas nas redes sociais

De carro, avião ou foguetão?

Esta semana, a aula de Fastrackids foi sobre “Tecnologia e Transportes”. Falaram sobre os automóveis, barcos, aviões e helicópteros e como a tecnologia os transformou ao longo dos séculos.

Mas primeiro a introdução ao tema. A professora pergunta aos meninos como é que vão para a escola todos os dias. E se não fossem de carro, resposta da grande maioria, como poderiam ir? Já viajaram de outras maneiras? Quem já andou de avião? E de barco? E de helicóptero?

A aula prossegue na Estação de Aprendizagem. O personagem Cristóvão vai visitar o seu avô, que mora muito longe. À medida que a informação e perguntas vão sendo apresentadas, os alunos são estimulados a pensar sobre maneiras diferentes de o Cristóvão chegar ao seu destino.

De repente, os meninos fazem uma viagem no tempo, até ao tempo em que o único meio de os humanos se deslocarem era a pé ou com a força dos animais. Como fariam para transportar grandes pesos? Hora da experiência. Os meninos tentam empurrar um livro pesado em cima da mesa e depois com a ajuda de vários lápis redondos debaixo dele. Vêm como é mais fácil? E porquê? Os meninos sugerem que o lápis é semelhante a uma roda. Será por isso? Para comprovar, fazem aquilo que o narrador da Estação de Aprendizagem chama de “coisa disparatada”. Utilizando palitos e batatas, fazem “carrinhos” com rodas de batata quadradas e redondas, umas andam, outras nem por isso. Está provado! A roda é mesmo uma invenção maravilhosa e que permitiu a evolução dos transportes até àquilo que são hoje. Os meninos ouvem o apito de um comboio e tentam adivinhar o que é. O Cristóvão foi de comboio visitar o avô! - adivinham eles. Hoje, os comboios são rápidos e nada poluentes, mas dantes eram a vapor, que fornecia energia aos grandes motores que faziam as rodas girar.

Depois de chegada à estação, a família do Cristóvão apanha um táxi. “Alguém sabe o que é um táxi?”, pergunta a professora. São depois apresentados vários automóveis e camiões, que são veículos muito grandes e que transportam mercadorias, como comida, mobiliário, automóveis ou brinquedos, por exemplo. Quase todos andam a gasolina ou gasóleo.

Segue-se o jogo das rodas no Ecrã Interativo. Os alunos vão ver diferentes tipos de veículos e têm que juntar as rodas certas com os transportes certos. Fácil e divertido.

Divertido é também o próximo meio de transporte. Então não é que o avô do Cristóvão vai levar a família num passeio de helicóptero? Toda a gente sabe o que é, mas nunca ninguém andou. Que emoção! Os helicópteros podem voar em qualquer direção, ficar parados no ar ou poisar no alto de um prédio por exemplo. Tudo porque têm uma hélice especial, ou rotor.

Os meninos fazem agora o seu próprio helicóptero e adoram o resultado final. Com um modelo de helicóptero feito em papel e já cortado nas partes necessárias, os alunos dobram as laterais e colocam um clip para fazer peso. A professora ajuda e exemplifica. Colocando o modelo de papel bem alto e largando-o depois, as hélices giram até encontrarem o chão. Que animação na sala. Os miúdos adoram e repetem a brincadeira.

De volta às mesas, são apresentados os barcos, porque o Cristóvão tem que atravessar o oceano para continuar a sua visita. Que formas conhecem os meninos para o fazer? De barco, claro. Mas há-os muito diferentes. Uns com motor, outros com velas, uns levam passageiros, outros mercadorias, como os camiões. Além disso, um barco é diferente de um navio. Um barco cabe no navio, mas o contrário não. Seguem-se mais duas atividades. Uma no Ecrã Interativo e outra num desenho de correspondências.

A viagem do Cristóvão está quase a acabar, altura em que o narrador fala dos túneis e nas pontes. Todos os meninos já passaram numa, mas agora ficam a perceber um bocadinho como é que ela não se parte. As pontes são outra maneira de a tecnologia tornar as viagens mais fáceis.

Já perto do fim, o narrador faz perguntas sobre os transportes às quais os alunos respondem de pronto. Estão muito felizes com o seu sucesso! Parabéns!

Marcações: Fastrackids, Todos os alunos