Redes sociais

Acompanhe também as nossas páginas nas redes sociais

Flutuar com o sal

Numa viagem imaginária até ao Médio Oriente, os alunos deram um “mergulho” no Mar Morto e descobriram que lá, as brincadeiras são muito seguras porque mesmo que queiramos, não conseguimos afundar.

Entender as propriedades da água salgada de uma perspetiva científica não foi fácil. Mas através do Quadro Interativo da Estação de Aprendizagem tudo se tornou mais claro.

O Mar Morto fica no ponto mais baixo do planeta, várias centenas de metros abaixo do nível médio das águas do mar. Como não há chuva na região e apenas um rio desagua neste mar, ele tem sete vezes mais sal do que qualquer outro, o que impede qualquer forma de vida.

Os meninos perceberam melhor a explicação quando fizeram a experiência dos ovos mergulhados num copo com água doce e outro com bastantes colheres de sal. Este último veio à tona, tal como acontece com todos os que mergulham nas águas do Mar Morto.

Ouviram de seguida a história da mãe tartaruga que deixou cair um ovo num buraco muito fundo da praia. Depois de todos darem sugestões sobre como resolver o problema, perceberam como os meninos da Estação de Aprendizagem usaram a ciência para devolver o ovo à mãe tartaruga.

Marcações: Fastrackids, Todos os alunos